Mulher é estrangulada e morta pelo companheiro depois de festa

Morte

Foi registrado mais um caso de feminicídio na região, na madrugada de terça-feira (5), por volta de 4h30, no Jardim Ouro Verde, em Borborema, quando uma mulher, de 29 anos, foi morta após ser estrangulada pelo companheiro, com o qual mantinha uma união estável.

O crime teria acontecido após uma briga no retorno de um evento de Carnaval. O suspeito, Anderson Dornelos Urich, de 25 anos, sem passagens policiais, foi preso pela Polícia Militar do município após ter deixado o local do crime. A vítima, Thais de Andrade, era balconista e deixa uma filha de 13 anos, fruto de um relacionamento anterior.

Segundo a Polícia Militar de Borborema, Anderson teria estrangulado a companheira após discussão e, depois, ao vê-la desacordada, ligou para o pai para pedir ajuda e dizer o que fez.

Até então, segundo a PM, ele não tinha certeza se ela havia morrido ou estava sem consciência.

O pai de Anderson foi até o local e acionou o Corpo de Bombeiros, mas Thais já estava morta e o óbito foi constatado ainda no interior do imóvel.

De acordo com a Polícia Militar, Anderson foi preso nas imediações do portal da entrada de Borborema. Ele foi abordado pelos policiais, não resistiu à prisão e se entregou.

Anderson foi indiciado e encaminhado para a Cadeia de Ibitinga, onde aguarda audiência de custódia, que deverá ocorrer por volta de 13h desta quarta-feira (6), em Borborema ou em Araraquara. (Jcnet)

Comentários