CAMPANHA OUTUBRO ROSA

outubro rosa

O que é o exame Papanicolau?

É um teste realizado para detectar alterações nas células do colo do útero.
Para garantir um resultado correto, a mulher não deve ter relações sexuais (mesmo com camisinha) nos dois dias anteriores ao exame, evitar também o uso de duchas, medicamentos vaginais e anticoncepcionais locais nas 48 horas anteriores à realização do exame. É importante também que não esteja menstruada, porque a presença de sangue pode alterar o resultado. Mulheres grávidas também podem se submeter ao exame, sem prejuízo para sua saúde ou a do bebê.

Quem deve fazer e quando fazer o exame preventivo?

Toda mulher que tem ou já teve vida sexual deve submeter-se ao exame preventivo periódico, especialmente as que têm entre 25 e 59 anos. Inicialmente, o exame deve ser feito anualmente. Após dois exames seguidos (com um intervalo de um ano) apresentando resultado normal, o preventivo pode passar a ser feito a cada três anos.

Qual a importância?

O exame preventivo (ou Papanicolau) atua no diagnóstico de uma série de irregularidades no aspecto das células do colo uterino. Este exame é tido pelos médicos como a principal estratégia para se obter o diagnóstico precoce de lesões cancerígenas no colo do útero, antes mesmo que o quadro evolua o suficiente para externar sintomas notáveis. Quando as chamadas lesões precursoras (que antecedem o aparecimento efetivo da doença) são detectadas, as chances de cura do quadro são de 100%. Esta é a principal razão pela qual a regularidade do exame preventivo é tão importante: ele é capaz de poupar mulheres de passar por todo o desgaste físico e emocional da luta contra o câncer, proporcionando maiores chances de um tratamento de sucesso.

Além da detecção do câncer de colo de útero ainda na fase pré-clínica (sem sintomas), o exame Papanicolau auxilia no diagnóstico de outras questões, como:

- Alterações no colo do útero ocasionadas pelo HPV (lesões internas);
- Infecções e inflamações vaginais;
- Doenças sexualmente transmissíveis que não manifestam sintomas externos.

Comentários

Notícias relacionadas

Arquivo de Notícias
Publicidade
Aplicativos
Twitter
Instagram